Petrolatos

Os derivados do petróleo estão presentes em cosméticos, maquiagens e produtos de higiene pessoal, inclusive aqueles indicados para recém-nascidos e crianças. É utilizado na indústria devido as suas propriedades emolientes, lubrificantes e o seu baixo custo. Os derivados de petróleo, conhecidos como petrolatos, vaselinas, óleo mineral e parafina líquida, são produzidos a partir da destilação do petróleo bruto.

Os derivados do petróleo trazem inúmeros malefícios para o nosso corpo e para a nossa pele. Para começar, ele não possui qualquer valor nutritivo, não é absorvido pela pele e não promove hidratação. Possui apenas o papel de lubrificar a pele superficialmente, evita a perda de água e dá a falsa sensação de hidratação.

O óleo mineral acumula na pele e nos cabelos, pois a nossa pele não absorve os petrolatos, visto que são insolúveis em água. É apenas uma maquiagem para o nosso corpo e cabelo. A médio e longo prazo, esse acumulo faz o rosto perder o viço, os cabelos ficarem pesados, prejudica o crescimento capilar e dificulta a absorção de outras substâncias. Além do mais, os derivados de petróleo possuem ação comedogênica, isto é, entopem os poros favorecendo o aparecimento de cravos e espinhas. Impedem os mecanismos de hidratação natural, ressecando e danificando a pele e pode colaborar para o envelhecimento precoce, podendo causar também alergias e inflamações na pele. Sem contar que o seu descarte no meio ambiente é desastrosamente prejudicial.

Alternativa natural: Utilize, em substituição dos derivados de petróleo, óleos vegetais que além de serem ricos em vitaminas e ácidos graxos, cada óleo vegetal, em sua particularidade, possui propriedades específicas para tratar o nosso corpo e nosso cabelo. Podendo ser diluído em outras substâncias ou utilizado puro no corpo e nos cabelos. Ex.: Óleo vegetal de coco, argan, rícino, rosa mosqueta, abacate, etc.

Pode ser encontrado nos rótulos pelos nomes de: petrolatum; paraffinum liquidum; mineral oil; petroleum oil; petrolatum; liquid paraffin; paraffin oil; isoparafin; vaselin; dodeceno; alkane.

COMPARTILHAR

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *