Descomplicando Conceitos – skinfood, slowbeauty, vegan, cruelty-free, etc

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Descomplicando Conceitos – skinfood, slowbeauty, vegan, cruelty-free, etc

A busca por um estilo de vida mais sustentável e consciente têm ganhando cada vez mais espaço no mercado. Esse novo processo de mudança de comportamentos e hábitos reflete não somente na preocupação com a nossa alimentação, mas também naquilo que usamos no nosso corpo.

A pele é o maior órgão do nosso organismo, e ela funciona como uma espoja. Tudo que penetra sobre ela, é absorvido e vai direto para nossa corrente sanguínea. Produtos industrializados possuem alta concentração de ingredientes químicos que agridem nossa pele, por isso, cada vez mais, pessoas estão se preocupando em consumir de forma consciente, identificando os ingredientes nos rótulos dos produtos, buscando alternativas mais naturais, empresas éticas e responsáveis que se preocupam com o ambiente e o meio social. A busca por resultados instantâneos tem perdido espaço para o consumo consciente, para o slow beauty, skin food.

→ Mas espera aí, você sabe o que são esses termos tão comuns no universo da cosmética natural? Com a disseminação dos cosméticos naturais, novos conceitos e tendências surgem nesse universo. Abaixo uma breve explicação dos termos mais comuns utilizados nesse mundo de consumo consciente para você se sentir mais familiarizado e adotar já esse estilo de vida 🙂

Cosméticos fitoterápicos ou Fitocosméticos:

São cosméticos cujos princípios ativos são extraídos das plantas. Os cosméticos fitoterápicos são elaborados com óleos e manteigas vegetais e extratos de plantas medicinais. Possuem propriedades terapêuticas advindas das plantas, que não agridem o organismo e auxiliam na cura emocional e física.

Biocosméticos:

Abrange a preocupação com a cadeia produtiva, desde o plantio até o consumidor final. Durante todo o processo de produção, tanto da matéria prima quanto do produto final, deve-se ser ecológico e sustentável. São produzidos dentro dos princípios da sustentabilidade, éticas sociais e animais. Podem ser divididos em três grupos: naturais, orgânicos e veganos.

Eco-Friendly:

“Amigo do meio ambiente”. Refere-se a empresa e pessoas que têm hábitos conscientes e sustentáveis, a fim de causar o menor impacto possível na natureza.

Cruelty-Free:

Significa que o produto não foi submetido a nenhum teste em animais, ou seja, é livre de crueldade animal.

Vegan-Friendly:

Significa que o produto não foi testado em animais, não possui nada de origem animal em sua composição e é produzido de maneira que não agrida o meio ambiente. Ou seja, é vegano.

Skin Food:

Cosméticos que alimentam a pele. Isto é, nutrem e trazem benefícios ao organismo. A ideia é que os cosméticos atuem como um alimento para pele e cabelos, desenvolvidos com ingredientes naturais e saudáveis.

Slow Beauty:

Conceito de beleza consciente, sustentável e ecológica. Busca incentivar as pessoas a consumirem menos e a se preocuparem mais com a procedência dos cosméticos adquiridos. valoriza a beleza natural, que age de dentro para fora, sem resultados instantâneos.


→ A formulação com ativos naturais resulta em efeitos significativamente superiores em relação aos produtos sintéticos. Cosméticos naturais buscam o equilíbrio da pele e dos cabelos para que a saúde deles realce a beleza natural. E você, que tal começar o ano adotando esse estilo de vida consciente e sustentável? sua pele e o meio ambiente agradecem ♥

Leia mais...

Explorando o Natural

Receita DIY – Vaporização Facial

Explorando o Natural

Hidratantes Corporais: Manteigas, cremes e loções

Explorando o Natural

Receita DIY – Tônico Facial – Chá Verde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *