Receita DIY – Método Oil Cleansing

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Receita DIY – Método Oil Cleansing

Fico pensando, quem inventou a máxima de que pele oleosa não pode utilizar óleo?

O método oil cleansing é a prova viva de que peles oleosas podem e devem sim utilizar óleos vegetais no rosto. Inclusive, é a maneira mais eficaz de equilibrar a oleosidade da pele e mandar embora cravos e espinhas.

É uma alternativa para você parar agora mesmo de utilizar sabonetes adstringentes que ressecam o rosto e retiram toda a oleosidade natural. Quando utilizamos produtos que retiram a oleosidade natural da pele, o corpo entende que precisa produzir mais sebo, acarretando em um excesso de oleosidade. Por isso o método oil cleansing é tão eficaz, pois é feito a base de óleos e não possui o efeito rebote desses sabonetes faciais que ressecam o nosso rosto e fazem o nosso corpo produzir mais sebo.

O óleo vegetal [base do método oil cleansing] atua como sebo regulador, pois possui substâncias parecidas com o sebo da nossa pele. Quando utilizamos esse método de limpeza com óleos a pele entende que já tem sebo suficiente e não produz mais. Assim, esse método equilibra a oleosidade da pele, não obstrui os poros, não altera o pH da pele e consegue remover as impurezas mais profundas do rosto.

O método oil cleansing consiste na mistura de dois óleos vegetais de sua preferência (recomendo que um seja sempre o óleo de rícino) e outro você deve escolher com base no seu tipo de rosto.

Por que o óleo de rícino é sempre utilizado nesse método?

O óleo de rícino promove uma limpeza intensa e possui grau 1 de nível comedogênico (ou seja, não causa acnes ou lesões na pele). Possui propriedades adstringentes, cicatrizantes, antibacterianas, anti-inflamatórias, antifúngicas, antioxidantes, antissépticas, emolientes e hidratantes. Apesar de suas maravilhas, o óleo de rícino é muito denso e viscoso, e deve ser misturado com outro óleo para facilitar a remoção.

→ Abaixo segue alguns exemplos de óleos vegetais que podem ser utilizados em combinação com o rícino de acordo com o seu tipo de pele:

Peles oleosas: óleo vegetal de jojoba, semente de uva, azeite, argan, girassol.

Peles secas/maduras: óleo vegetal de rosa mosqueta, amêndoas doce, gergelim, abacate, coco, oliva.

Porque esse método funciona?

Pelo simples fato de que: igual dissolve igual. Ou seja, o óleo vegetal é capaz de dissolver a oleosidade da nossa pele bem como as impurezas.

Ele funciona também como demaquilante natural, retirando maquiagem, protetor solar, cremes, e todo o tipo de impureza e resíduos que acometem a nossa pele ao longo do dia.

Como fazer e utilizar?

Coloque em um frasco metade do óleo de rícino e a outra metade preencha com o óleo vegetal de sua preferência. (lembre-se de utilizar óleos vegetais 100% puros, nada de usar aqueles óleos que contém parafina e fragrâncias sintéticas em sua composição).

Aplique a mistura dos óleos no rosto seco e massageie suavemente com as pontas dos dedos por alguns minutos. Em seguida, pegue uma toalha e a umedeça em água morna e aplique no rosto, removendo com delicadeza o óleo. A água morna abre os poros, fazendo com que o óleo consiga limpar profundamente os poros entupidos.

Esse método pode ser feito diariamente, sempre que for lavar o rosto. No entanto, é importante lembrar que é um método muito intenso de limpeza e, por isso, deve ser feito moderadamente.

No final, você vai sentir o seu rosto limpo, hidratado e o melhor sequinho. 😉

Leia mais...

Explorando o Natural

A diferença de hidratação entre: Óleo X Creme

Explorando o Natural

Vitamina E – Antioxidante Cosmético

Explorando o Natural

Peeling natural de inverno: mamão e cenoura

2 comentários sobre “Receita DIY – Método Oil Cleansing

  1. Por quanto tempo pode ser guardado?

    1. A validade é de 6 meses, desde que a validade dos óleos vegetais utilizados também seja igual ou superior a este prazo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *