Triclosan

Comumente utilizados como conservante e antibacteriano, o triclosan e o triclorocarban são substâncias altamente prejudiciais, podendo passar através da pele, suspeitos de interferir na função hormonal da tireoide e hormônios reprodutivos – é considerado um disruptor endócrino. Encontrados em antitranspirantes, sabonetes antibacterianos, antissépticos, creme dental e tudo o que têm a palavra “antibacteriano” no rótulo.

O uso constante de produtos antibacterianos fortalece as bactérias, promovendo o desenvolvimento das superbactérias. Como consequência, o triclosan contribui também para a resistência a antibióticos, e isso representa possíveis impactos negativos sobre a saúde humana.

O triclosan pode causar irritações na pele, olhos e pulmões, desregulação hormonal, bactérias resistentes, toxicidade ambiental – seu descarte na natureza, altera o sistema imunológico e reprodutor de animais, além de permanecer no meio ambiente por anos. – O acúmulo de triclosan no meio ambiente tem prejudicado o desenvolvimento natural de alguns animais, os quais também passam a acumular o composto. Em estudos com animais, foi demonstrado que essas substâncias afetam o metabolismo e o desenvolvimento do cérebro, causam o enfraquecimento das fibras musculares, reduzindo a capacidade locomotora desses animais.

No Brasil, o triclosan é regulado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que estabelece como concentração máxima permitida de 0,3% em produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes. Em 2016, o Ministério Público Federal de Minas Gerais entrou com uma ação civil pública pedindo que a ANVISA proibisse o uso dessa substância em qualquer tipo de produto fabricado, distribuído, comercializado e exportado pelo Brasil. (Processo nº 8637-50.2016.4.01.3803).

Alternativa natural: Existem várias alternativas naturais com a função antibacteriana, como: óleo essencial de melaleuca, de cravo, alecrim, etc. Formuladores de cosméticos naturais utilizam a vitamina E e a oleoresina de alecrim como antioxidantes naturais e conservantes liberados para cosméticos verdes em seus produtos.

Pode ser encontrado nos rótulos pelos nomes de: triclosan; TSC; triclosano; triclocarban; TCC; trilocarban; triclocarban; triclocarbanum.

COMPARTILHAR

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *